1

Endoideceu? Arthur Virgílio fantasia em análise sobre governo Lula

Posted by Willian Scaliante on 16:55 in
Depois da dolorida derrota na disputa para o Senado do Amazonas em outubro passado, o valentão Arthur Virgílio – que ameaçou “dar uma surra” no ex-presidente Lula e acabou apanhando dos eleitores – havia sumido dos holofotes. Nos bastidores da Justiça, ele ainda tenta cassar o mandato da senadora Vanessa Grazziotin. Mas o grão-tucano havia dado um tempo nas rinhas políticas.
Ao bajular FHC, tucano esquece a realidade
Na semana passada, porém, ele voltou à carga com a sua verve raivosa. Em artigo publicado no Estadão, o ex-ministro e ex-líder de FHC desembestou de vez. Até parece que fugiu do manicômio. Arthur Virgílio acusa o “lulopetismo” de tentar “reescrever a história”. Para ele, o que há de bom no país, como o crescimento econômico e a geração de emprego e renda, é obra de FHC.
Ele só não explica porque os tucanos, responsáveis por tantas bondades, foram rejeitados nas três últimas eleições presidenciais. Também não explica porque os índices de crescimento de FHC são bem inferiores aos do governo Lula; ou porque o desemprego bateu recordes durante o triste reinado tucano. Na maior caradura, ele ainda diz que Lula foi beneficiado por “uma conjuntura internacional benigna”, esquecendo-se de citar que o seu governo foi atingido pela pior crise capitalista das últimas décadas.
Discurso raivoso, cheio de adjetivações
Sem consistência política, Arthur Virgílio volta a posar de paladino da ética – logo ele, mais sujo do que pau de galinheiro, que até confessou em entrevistas que recebeu dinheiro não contabilizado para as suas campanhas e que “todo mundo faz caixa-2”. Num ataque de nervos, o rejeitado tucano amazonense parte para a adjetivação mais desqualificada e provocadora.
Diz que o “lulopetismo” pratica “eleitoralismo, esquerdismo pelego, falta de espírito público”. O alvo da sua ira é o ex-presidente, talvez por ser visto como o principal responsável pela “surra” que levou nas urnas. “Lula melou as mãos de petróleo, alardeando auto-suficiência que jamais houve. Mágico de circo, ‘trouxe’ o pré-sal para o presente, dando a impressão de que os benefícios seriam para o hoje, quando mil dúvidas, a começar pelo marco regulatório, rondam o êxito da operação”. E a baixaria não pára:
Rejeitado necessita de tratamento urgente
“Gramsciano que não leu Gramsci, [Lula] planejou minimizar a democracia, pelo aparelhamento da máquina pública e pela desmoralização das instituições. Um parasita de cargo comissionado de cota partidária se satisfaz com seus ‘proventos’ e fica à disposição da ‘chefia’ para gritar palavras de ordem nas ruas do Brasil. O cérebro do lulopetismo pretende mais. Seu espelho é o que foi o PRI mexicano. Sonha com amordaçar a imprensa e reinar sem oposição”.
“Fascistas enquistados no Ministério da Educação foram denunciados por imporem livros didáticos que criticam Fernando Henrique e endeusam Lula. Lavagem cerebral. Tentativa criminosa de ‘miliciar’ a juventude, pondo-a a serviço de projeto de poder que jamais quis ser projeto estratégico de Nação. Fizeram isso na Argentina e deu em ópera cinematográfica; no getulismo do Estado Novo, em deposição do ditador; na Itália e na Alemanha, guerra e fim funesto para os ditadores”.
“Agora, às voltas com renitente inflação gerada pela farra fiscal que fez Lula popular e elegeu Dilma, vivem momento difícil e não têm bode expiatório para execrar. Tergiversam. Candidatam-se a delirante Nobel de Economia falando em conter a inflação sem reduzir o ritmo de crescimento. A que ponto não chegarão quando a dura realidade lhes bater à porta? Temo turbulências. Que a democracia saia vencedora de qualquer desafio que se anteponha à sua consolidação plena”.
Como já disse, até parece que o derrotado Arthur Virgílio fugiu do manicômio. Ele precisa de tratamento urgente!

Links para esta postagem |
0

Indicação: CUFA (Central Única das Favelas) em Colíder

Posted by Willian Scaliante on 16:00 in , , ,
Hoje enquanto aguardava da Secretaria de Educação, conversei com Anderson da CUFA de Colíder.
A Central é uma organização sólida, reconhecida nacionalmente pelas esferas políticas, sociais, esportivas e culturais. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas do Rio de Janeiro – principalmente negros – que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.
A organização tem o rapper MV Bill como um de seus fundadores, este que já recebeu diversos prêmios devido à sua ativa participação no movimento Hip Hop.
Em Colíder a organização realiza oficinas e vem se expandindo. Indico a todos o blog da CUFA de Colíder. Acompanhei o trabalho da entidade em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo e digo sem excitar que é de encher os olhos, são jovens como o da CUFA que fazem do Brasil um país que não para de crescer, respeitando as diversidades e incentivando a cultura.  São jovens que olham o futuro, construindo no presente.

Links para esta postagem |
0

Administração inaugura obras na comunidade São Judas Tadeu

Posted by Willian Scaliante on 14:51 in
Neste último domingo (09), dia das mães, a comunidade São Judas Tadeu foi presenteada com a inauguração, após reconstrução do barracão. Uma parceria da população com a prefeitura.
O evento foi marcado por atividades que incluíam missa, campeonato de futebol, almoço e plantio de 34 árvores, como explicou a secretária de Educação Tereza Mangolin. “O que foi feito faz parte do projeto A participação da comunidade faz a diferença. Encontramos aqui, uma comunidade propensa a ajudar a recuperar os espaços públicos. Fizemos o plantio de 34 mudas, para cada família se sinta responsabilizada a cuidar dessas arvores”, afirmou.
O prefeito de Colíder, Celso Banazeski, autorizou outras obras no local, como a iluminação do campo de futebol e construção de uma churrasqueira comunitária. “Surgiu à necessidade de fazer uma churrasqueira e iluminar o campo de futebol, já autorizamos, vai ser feito. Pois a comunidade está unida com a administração municipal e aí as coisas ficam mais fáceis, pois se constrói com menos dinheiro e esforço de todos. Tudo isso acontece por temos uma equipe muito boa e uma Câmara Municipal que nos dá governabilidade. Temos uma comunidade que compreendeu esse modelo, de trabalhar junto com o poder público, assim os resultados são maravilhosos”, ressaltou o prefeito.
O vice-prefeito, Edson Salgueiro, parabenizou as mães pela data e a comunidade São Judas Tadeu pelo esforço. “É a própria comunidade quem cria essas oportunidades através do comprometimento e da dedicação. Então, estamos hoje comemorando com todos e com as mães a inauguração desse barracão reformado pela administração junto com a comunidade”, afirmou.
Já o vereador Luizão, que participou do evento representando a Câmara dos Vereadores, afirmou estar feliz com a parceira da prefeitura com comunidade. “Fico alegre ao ajudar o prefeito a entregar para comunidade essa obra. Só tenho a agradecer o prefeito Celso e sua equipe pelo modo que vem conduzindo o nosso município e atendendo aos pedidos dos vereadores”, agradeceu.
Moradora da comunidade, Carmem Lucia Ferreira Cruz, disse estar vendo se construir uma nova São Judas Tadeu. “A comunidade já estava desanimada graças à parceria conseguimos levantar o barracão. Como se diz, a cara da comunidade é a cara de quem coordena e nossa coordenação junto com a equipe do prefeito está de parabéns. E vem mais por aí, mais trabalho mais luta e vamos conseguir chegar lá”, felicitou a moradora.

Links para esta postagem |
0

Maringá animal

Posted by Willian Scaliante on 12:08 in
Grande confusão na Praça Napoleão Moreira da Silva. Um homem foi detido por populares porque estava abusando sexualmente de uma cachorra (!). Uma multidão se formou no local. Edson Lima informa que o sujeito têm problemas mentais e não foi preso. 
Imagina quando ele descobrir que o paraíso dos cachorros é a UEM (Universidade Estadual de Maringá)

Links para esta postagem |
0

ASPMC realizará baile no próximo mês

Posted by Willian Scaliante on 09:32 in
A Associação dos Servidores Públicos de Colíder (ASPMC), vai realizar no próximo dia 4 de junho o 1º Baile da ASPMC. O evento será realizado na sede da associação com show da banda cuiabana “Flor de Liz”. Todo o lucro arrecadado será revertido em investimentos no clube.
O secretário da Fazenda de Colíder e presidente da ASPMC, Vanderlei Borges, lembrou que obras estão sendo feitas no barracão para a melhor realização do evento. Até a data a reforma deve ser concluída. Além do baile, no dia 5 de junho será realizado o Festival Regional de Quadrilhas, envolvendo os 16 municípios do Portal da Amazônia. O baile que irá abrir o festival deixa a critério dos festeiros o uso ou não de traje caipira.
Outro evento que a Associação já programa é um bingo, com almoço e torneio de futebol, este deve acontecer no dia 3 de julho. Os convites para o baile já estão à venda no Centro Cultural. Serão vendidas 142 mesas, cada uma com quatro lugares que custam R$100.

Links para esta postagem |
0

Passeio Ciclístico comemora Dia do Meio Ambiente

Posted by Willian Scaliante on 09:29 in
Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer, por meio do PELC (Programa Esporte e Lazer) irá organizar um passeio ciclístico. A atividade física faz bem à saúde e o uso do meio de transporte não poluente como a bicicleta, faz bem ao planeta. O passeio será realizado no dia cinco de junho, com largada às 16 horas na Praça Central. O slogan da atividade é “Pedalando em Prol da vida no planeta”.
Serão oito quilômetros de pedaladas. De acordo com Mizael Milam, coordenador do projeto, as pessoas podem participar tranqüilas da atividade, pois toda a estrutura de saúde como ambulâncias e compor de bombeiros, além de segurança com polícia e guarda municipal irão acompanhar o percurso.
Milam explicou que a atividade tem quatro objetivos. “Sensibilizar a comunidade colidense para a conscientização ambiental; incentivar o uso da bicicleta como meio alternativo de transporte ecologicamente correto; Destacar a importância da bicicleta para o bem estar da saúde da população em geral e xoletar sementes de espécies nativas e na área de recuperação da nascente do Rio Jaracatiá, além de realizar plantio para a produção das mudas”, disse.
As inscrições podem ser feitas até o dia primeiro de junho, e as fichas devem ser entregues na Secretaria de educação. As crianças e os jovens com idade inferior a 18 anos devem levar a ficha de inscrição para que seu responsável assine o termo de autorização. Participe e comemore o Dia Mundial do Meio Ambiente com o exercício à saúde.

Links para esta postagem |
0

Conselho de Economia Solidária será criado

Posted by Willian Scaliante on 09:27 in ,
A prefeitura de Colíder realizou nesta quinta-feira (6) uma reunião com o objetivo de criar o Conselho Municipal Economia Solidária. Participaram do encontro entidades de vários segmentos (Universidades, CUFA, APAC, Igrejas, representantes das secretarias, dentre outras) que entregaram ofícios para a participação do conselho.
Colíder é referencia na região do Portal da Amazônia no debate e fortalecimento sobre economia solidária. A secretária adjunta de Meio Ambiente, Norma Nobre, lembrou que o exemplo mais concreto de funcionamento do modelo no município são a associação dos feirantes e dos catadores. “A economia solidária nos mostra a importância de produzir e consumir no município. A solidária é diferente da popular que é organizada individualmente, pois ela é coletiva”, declarou. Nobre lembrou o esforço do secretário de Gestão, Cláudio Scalon na organização e incentivo do modelo econômico no município.
Scalon esclareceu a diferença entre economia popular e solidária. “Fazer o pão em casa, o crochê e vender na esquina ou de porta em porta é parte da economia popular, um trabalho individualizado. Já a solidária trabalha na perspectiva desse pessoal se ajudando. Um bom exemplo de funcionamento é que o governo federal compra alimentos para a merenda escolar, se for comprar de apenas um produtor ele não consegue cumprir a demanda então os produtores se juntam para honrar o contrato”, explicou. Hoje 30% dos produtos da alimentação escolar, obrigatoriamente são comprados de integrantes da agricultura familiar.
Outra idéia de incentivo ao projeto é utilizar um espaço que público quem vem sendo pouco aproveitado que é a Praça Cultural. Scalon afirmou que o lugar é dinâmico e que pode ser bem aproveitado pelos integrantes da economia solidária. “Vamos fazer a II Feira Regional da Agricultura Familiar na reabertura do espaço na praça. É um desafio importante que o poder público está aqui para apoiar e organizar esse processo” adiantou o secretário.
A “II Feira Cultural da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Território da Cidadania Portal da Amazônia – MT: Saberes e Sabores do Portal da Amazônia” será realizada no dia 3 de junho na Praça Central de Colíder. Pessoas de diversas cidades da região devem participar do evento. A programação é repleta de atividades que vão desde exposição de produtos e artesanato até culturais. O Conselho Municipal de Economia Solidária vai tomar durante o evento.
A economia solidária surgiu como uma resposta dos trabalhadores e das comunidades mais pobres em relação às transformações ocorridas no mundo do trabalho. Até 2007, conforme mapeamento feito pela Secretaria Nacional de Economia Solidária, 14.954 empreendimentos coletivos foram identificados, organizados sob a forma de autogestão, realizando atividades de produção de bens e de serviços, crédito e finanças solidárias, trocas, comércio e consumo solidário.

Links para esta postagem |

Copyright © 2009 Acorda All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.