0

'Não pode nem abraçar o filho', diz homem que teve orelha cortada

Posted by Willian Scaliante on 14:41 in
Se você abraça seu pai, poderia ter sido você
está na hora de criminalizar a homofobia
O autônomo de 42 anos que teve parte de sua orelha decepada durante uma confusão em uma festa agropecuária em São João da Boa Vista, no interior de São Paulo, ainda não consegue entender por que foi vítima da agressão. Ele estava abraçado com o filho de 18 anos quando um grupo de jovens se aproximou e perguntou se eles eram um casal gay. Mesmo com a negativa, pai e filho foram agredidos. O autônomo ficou desacordado e, quando se recuperou, percebeu que havia perdido parte de sua orelha.
“Não pode nem abraçar o filho. Ainda abracei ele, coisa de um segundo, não sei se abracei para chamar ele para tomar alguma coisa, é algo normal. O coitado veio para cá só para ir na festa, e perdeu a festa”, contou ele sobre o ocorrido na madrugada de sexta-feira (15). O autônomo vive em uma chácara em Vargem Grande do Sul, cidade vizinha, com os pais. O filho mora em São Bernardo do Campo, no ABC, com a mãe, e havia ido para o interior especialmente para o evento.
“Estava eu, meu filho, minha namorada e a namorada dele. Elas foram no banheiro e nós ficamos em pé lá. Aí eu peguei e abracei ele. Aí passou um grupo, perguntou se nós éramos gays, eu falei ‘lógico que não, ele é meu filho’. Ainda falaram ‘agora que liberou, vocês têm que dar beijinho’. Houve um empurra-empurra, mas acabou. Eles foram embora, achamos que tinha acabado ali”, contou o autônomo.
Pouco depois, entretanto, o grupo voltou. “Não sei se eu tomei um soco, o que foi, veio de trás, pegou no queixo, eu acho que eu apaguei. Quando eu levantei achei que tinha tomado uma mordida. Eu senti, a minha orelha já estava no chão, um pedaço.”
Uma mulher que estava no local pegou o pedaço da orelha e colocou em um copo com gelo. O autônomo foi com um amigo até um hospital da cidade, que o encaminhou para um cirurgião plástico. Ao analisar o ferimento, o médico afirmou que não se tratava de uma mordida, e sim um ferimento causado por algo cortante. Devido à complexidade do problema, o médico recomendou que o autônomo se consultasse no Hospital das Clínicas de São Paulo. “Cheguei lá e uma junta de médicos disse que foi algum objeto cortante e muito bem afiado, porque cortou um pedaço”, afirmou a vítima.O autônomo pretende procurar um advogado para saber o que pode ser feito. Ele está sem trabalhar e ainda apresenta hematomas em um dos braços e nas costas. Seu filho também foi agredido e teve ferimentos no corpo, mas já retornou para o ABC.
“Segundo o cirurgião plástico, se eu for fazer a reconstrução vou gastar de R$ 25 mil a R$ 35 mil. Vai ter que tirar cartilagem da costela. Não saio muito. Fui um dia só, para agradar a namorada e o filho, e acontece isso.”
O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de São João da Boa Vista, onde foi aberto inquérito para apurar o caso. As vítimas não conhecem os suspeitos. A polícia tentará identificar os autores da agressão. Eles também poderão responder por discriminação.

Links para esta postagem |
0

Quarta tem Jads e Jadson na Expolíder

Posted by Willian Scaliante on 11:51 in
No exato momento em que escrevo, ouço o CD da dupla Jads e Jadson. Umas modonas ageitadas, algumas se quer conhecia. Pra mim esse é o show mais esperado da exposição, vou pro caneco!
Um Dia você Vai Chorar
Sinto uma saudade tão imensa dos momentos que juntos
passamos
Momentos de ternura tão grande de prazer
Saudade do seu beijo carinhoso, seu jeito de me olhar
tão charmoso
Seu jeito de falar tão manhoso e me fazer feliz
Saudade palavra triste alguém fica sem seu grande
amor
Maldade você abandonar aquele que só te deu valor

Um dia você vai chorar e talvez irá se lembrar
De quem só quis te amar e te dar valor
E quando sua lágrima rola então você sentirá
A dor que você me causou ao me abandonar

Um dia você vai chorar e talvez irá se lembrar
De quem só quis te amar e te dar valor
E quando sua lágrima rola então você sentirá
A dor que você me causou ao me abandonar

Links para esta postagem |
0

Site da UNE está de cara nova

Posted by Willian Scaliante on 09:54 in
Mais dinâmico, melhor diagramado e com opções de ajuda aos estudantes o site da UNE (União Nacional do Estudantes) está de cara nova. A UNE representa todos os estudantes universitários do Brasil, qualquer problema que tenha nas universidades ou faculdades, entre em contanto com a entidade e denuncie. Já fiz parte da entidade, caso precisem de ajuda estou à disposição.


Conheça a a UNE:
Quem é jovem muda o mundo. Não há como impedir. No exato momento em que procura o seu primeiro emprego em uma grande cidade, no instante imediato em que pula ou faz barulho em um show de rock, na primeira vez em que ama ou se desilude do amor, quando marca o X na escolha de seu curso para entrar na universidade, a juventude muda tudo o que está aí. Ao calçar seus tênis, novos ou batidos, para encarar o mundo, os jovens acabam por transformá-lo. A mudança é para melhor ou para pior? Bem, isso é a própria juventude que decide.

A escola e a universidade são o primeiro momento de encontro e socialização da juventude. É também onde, pela primeira vez, os jovens podem organizar coletivamente seus olhares, opiniões e vontades de mudar a realidade. A essa atividade, que acontece fora da sala de aula, é dado o nome de movimento estudantil, algo que envolve tanto a organização de uma festa como a participação em uma passeata, a criação de uma empresa júnior ou a representação política para debater as principais questões do país. No meio desse processo, os jovens vão se organizando em entidades como os grêmios estudantis, DAs, DCEs, uniões municipais e estaduais de estudantes, executivas nacionais de cursos. Todas essas organizações juntas formam, há mais de 70 anos, a União Nacional dos Estudantes (UNE).

A história da UNE confunde-se com a do próprio Brasil no último século e no começo deste. Em um passado recente, participaram do movimento estudantil pessoas como a presidente Dilma Rousseff e o compositor Vinícius de Morais, como o ex-governador de São Paulo José Serra e o cineasta Cacá Diegues, como o religioso Frei Beto e o poeta Ferreira Gullar. No presente participam, em todos os 27 estados do país, centenas de milhares de novos militantes negros, mulheres, jovens empreendedores, roqueiros, funkeiros, índios, gays, lésbicas, nerds, geeks, evangélicos, umbandistas, skatistas, ativistas ambientais, jovens atletas, esquerdistas, direitistas, pesquisadores, pintores, capoeiristas, cineclubistas, tuiteiros, blogueiros, radicais, moderados, fashionistas, cotistas, antenados, rappers, hippies, modernos, regionalistas ou cosmopolitas que preferem agir coletivamente.
A UNE estrutura-se, basicamente, em três instâncias: o Conselho Nacional de Entidades de Base (Coneb), que reúne os diretórios acadêmicos (DAs) e centros acadêmicos (CAs) do Brasil; o Conselho Nacional de Entidades Gerais (Coneg), que agrega os diretórios centrais de estudantes (DCEs) e executivas nacionais de cursos; o Congresso da UNE (Conune), formado por todas as entidades e também por todos os estudantes que quiserem, de maneira livre, participar. O Conune, que acontece a cada dois anos, é a maior instância do movimento estudantil brasileiro, quando é escolhida a nova diretoria da UNE e quando são decididos os rumos da entidade.
Porém, há como participar da UNE e do movimento estudantil de diversas outras formas. A principal é a própria colaboração em cada DA, DCE ou qualquer outra entidade representativa dos estudantes, debatendo os problemas locais e propondo soluções. A UNE também realiza encontros nacionais temáticos, como o Encontro de Estudantes Negros e Cotistas e o Encontro de Mulheres. Outra grande atividade é a Bienal da UNE, voltada principalmente para a área da Cultura, com mostras universitárias e convidadas de música, cinema, artes visuais, literatura, artes plásticas e artes cênicas. Em muitas universidades do Brasil, a UNE atua também a partir do Circuito Universitário de Cultura e Arte (CUCA da UNE).
Entre todos os movimentos sociais brasileiros, o movimento estudantil é, simultaneamente, o mais antigo e o mais jovem, sempre renovado pelas demandas e sonhos de cada geração. Com suas caras limpas ou pintadas, carregando bandeiras de todas as cores, prontos para fazer a diferença, os estudantes são a força mais poderosa da nação e, inevitavelmente, donos de seu futuro.
E você? Tem um plano para mudar o mundo? Então seja bem vindo.

Links para esta postagem |

Copyright © 2009 Acorda All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.